CE P2R2

A Comissão Estadual do Plano de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos do Estado de Mato Grosso do Sul (CE-P2R2), criada pelo Decreto Nº 2.763, de 3 de junho de 2009 e  desde o ano de 2007 vem executando ações cuja preocupação tem sido a integração entre os diversos órgãos/parceiros envolvidos na questão ambiental ,onde o tema resposta integrada sempre tem sido abordado com proficiência e cujo resultado foi a relação harmônica que se construiu com as instituições que compöe o escopo desse seleto grupo, que em diversas situações de intervenção real atuou em conjunto, demonstrando com isso que apesar de existir apenas de fato,  já estava atuando dentro das propostas e ideologia do P2R2. Podemos citar os seguintes eventos:

03/09/2007 - Curso de Intervenção Técnica com Roupra Nível A, promovido CBM a participação dos membros da comissão.

  • Curso “Prevenção, Preparação e Resposta Rápida aos Acidentes com Produtos Perigosos”, inclusive com um simulacro ao final, realizado de 05 a 09 de novembro de 2007 e promovido pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul;
  • 28/11/2007 - Vazamento de amônia em fábrica de gelo( intervenção real com ampla repercução onde houve a interação e atuação dos membros da comissão);
  • 14/12/2007 - Vazamento de gás cloro em estação de tratamento de água( atuação posterior da CE acionando os orgãos de fiscalização)

    5/02/2008 - Vazamento de amônia em frigorífico(CE Atuando em conjunto com CBM visando promover interface fiscalização ambiental e Ministerio Publico do Trabalho) ;

  • 12/03/2008 - Simulado vazamento de gás natural ( realizado pela CEP2R2/MS e MSGás);
  • 16/06/2008 - Vazamento de amônia em fábrica de refrigerantes ( membros da comissão acompanharam todo o processo de resposta);
  • 24/07/2008 - Descarte ilegal de cilindro de amônia(CE atua subsidiando Delegacia de Crimes ambientais identificando os responsáveis pelo descarte;
  • Curso Estadual sobre Saúde, Desastres e Desenvolvimento 15 a 19 de setembro de 2008, realizado pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul

13 e 14/08/2009 - Seminário Estadual de Vigilância em Saúde Ambiental de Desastres de Origem Natural e Acidentes com Produtos Perigosos, promovido pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul;

13 a 18 de Out 2008-Curso de Sistema de Comando de Incidentes com Simulacro final organizado pela CE envolvendo o PAM Vila Eliane executado em planta de armazenamento de de combustivel.

Cumpre ressaltar que em todos esses eventos a comissão atuou  de 2007 a 2009 de forma voluntária e autruísta , provocando reuniões , criando eventos,disseminando informações, promovendo relações intersetoriais e assumindo efetivamente seu papel nas ações de resposta.  O Pantanal está localizado no Oeste do Brasil, nos Estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e faz fronteira internacional com a Bolívia e o Paraguai seu território ocupa uma imensa planície cortada pelo Rio Paraguai e afluentes onde habitam milhares de espécies vegetais e animais, incluindo uma enorme variedade de aves, tanto nativas como provenientes de outras áreas das Américas. A porção brasileira da bacia hidrográfica do Alto Paraguai, que corresponde à região da cabeceira do rio e à totalidade do Pantanal Matogrossense, possui 51,8% de sua área no estado de Mato Grosso do Sul e 48,2% no estado do Mato Grosso é cortada pela BR 262 que a liga Três Lagoas a Corumbá passando por Água Clara,Campo Grande, Aquidauana e adentrando a planície pantaneira a partir de Miranda integrando o Brasil  e a Bolívia  .A rota bio-oceânica  perfaz projeto de infraestrutura futura importante para o país e para nosso Estado e prevê a ligação da BR 262 com a Carretera Santa Cruz em Puerto Soares , potencializando a internacionalização dos produtos brasileiros  que passarão por três eixos: rodoviário, ferroviário e hidroviário onde o modal ferroviário que  sai de Santos e vai até Antofagasta no Chile encontra-se em obras, faltando apenas o trecho Bauru/Corumbá.Tal projeção de incremento futuro  aumenta nossa responsabilidade no que tange à proteção de todo este ecossistema ,por onde passarão insumos para a industria e produtos industrializados todos com alto potencial de contaminação ao meio ambiente. O projeto terá, ao longo da BR 262, abrangerá os seguintes municípios: Três Lagoas com população de 85. 914habitantes; Água Clara com população de 13.183 habitantes ; Campo Grande com população de 724.524 habitantes;Aquidauana com população de 44.920 habitantes; Miranda com população de 23.965 habitantes  e Corumbá com população de  96.373 habitantes (Fonte IBGE 2007). Ao longo do trecho que compreende Campo Grande a Sonora através da rodovia BR 163 termos a abrangência dos seguintes municípios: São Gabriel do Oeste com população de 20.524 habitantes; Rio Verde com população de 18.579 habitantes; Coxim com população de 31.816 habitantes  e Sonora com população de 12.548 habitantes.

 

 

 

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.